Celulite, tem cura?

Oi amores, tudo bem com vocês?
Levanta a mão aí que já começou a sofrer com as famosas e indesejadas CELULITES? \o :(
Pois é, essas danadinhas perturbam o juízo de muitas mulheres não é? 



Para quem se sente incomodada com a famosa celulite, vai aí uma explicação sobre os sintomas, e o que pode ser feito para trata-la. Primeiramente, vamos entender como ela funciona. Os sintomas da celulite, geralmente são alterações hormonais e falta de circulação sanguínea que acabam contribuindo para o surgimento dos furinhos na pele. Ela pode ser obtida através de uma má alimentação, uso de pílulas anticoncepcionais e também pelo fumo e ingestão de álcool. 


Siga as dicas abaixo e você verá os principais tratamentos para extermina-la de vez!


  • Os suplementos naturais costumam ser os mais utilizados para obter uma melhora na pele, eles são compostos de vitaminas que auxiliam na reposição dos nutrientes que o corpo precisa. São cápsulas que ajudam também a melhorar a circulação do sangue, retirar todas as toxinas e aumentar o metabolismo. É uma ótima forma para quem busca evitar e combater as celulites.



  • Praticar exercícios físicos é uma das formas mais recomendadas por médicos, pois ela é capaz de fazer com que o corpo queime calorias mais facilmente, fazendo com que a sua circulação seja bem mais rápida. Ingerir bastante água é fundamental para que as junções com as atividades sejam perfeitas. O ideal é tomar de 2 a 3 litros por dia.


  • O uso de tratamentos é indicado para aquelas pessoas que querem um resultado imediato, como a drenagem linfática, endermologia, radiofrequência e lasers. Mas não se esqueça, esses tratamentos só devem ser feitos com a consulta de um médico especializado na área.


  • As massagens também são uma boa pedida para quem deseja evitar o surgimento das celulites. Basicamente, a massagem ajuda a distribuir as gorduras localizadas, mas costuma ser temporário esse efeito.


De fato, a celulite não tem uma total cura, mas se houver muito cuidado, seguir todas as dicas e fazer um acompanhamento com um médico, você pode ter certeza que elas vão diminuir bastante.


Por:
#publi
Postar um comentário